WhatsApp: +54 11 3770-1289
Recepção do Hotel Castelar, em Buenos Aires

Fechou o Hotel Castelar – Um clássico da hotelaria portenha

Após mais de 90 anos de história, fecha o Hotel Castelar, um dos mais tradicionais de Buenos Aires.

O Hotel Castelar, localizado na Avenida de Mayo 1152, foi um importante centro de reuniões empresariais, políticas e sindicais.

Foi fundado em 9 de novembro de 1929 por Francisco Piccaluga e o edifício foi projetado pelo famoso arquitecto italiano Mario Palanti, autor do Palácio Barolo e de seu irmão gêmeo, o Palácio Salvo de Montevidéu, além da Nunciatura Apostólica de Buenos Aires.

Nos seus mais de 90 anos a familia fundadora se manteve como proprietária: os Piccaluga-Mayorga.

Naquele tempo, o Hotel Castelar era um dos edificios mais altos da Avenida de Mayo, e foi o primeiro hotel da cidade a ter um restaurante refrigerado e um spa.

Com o passar dos anos, o emblemático hotel foi palco de encontro de figuras de renome, entre os quais podemos destacar o poeta Pablo Neruda e o escritor Jorge Luis Borges, entre tantas personalidades de renome internacional.

Federico García Lorca chegou a viver no Hotel Castelar por um período, e o quarto 704 era reservado ao poeta, tendo sido remodelado e passado a funcionar como um quarto museu.

O Restaurante do Hotel Castelar se mantem imponente, com uma área de 12 por 46 metros sem nenhuma coluna.

O Restaurante foi declarado Bar Notável da Cidade de Buenos Aires no ano 2004.

A perda do Hotel Castelar é irreparável para a cidade de Buenos Aires e para a hotelaria mundial. Todos perdemos. Uma pena.

Tags:, ,

Deixe uma resposta

Nota: Os comentários neste site refletem a opinião de seus autores, e não necessariamente a visão do portal Viajari.

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *

© 2020 Viajari Internacional S.R.L.