Bairro Chinês

Bairro Chinês

Coisas a fazer - geral

O “Barrio Chino”, como outras zonas da cidade, não é um bairro propriamente. É uma área que foi se formando em algumas quadras entre as avenidas del Libertador, Juramento, Monroe e as vias férreas dentro do bairro de Belgrano, a partir do aumento da imigração chinesa na Argentina. É um setor habitado por grande quantidade de pessoas de origem asiática, tendo fundado muitos negócios próprios no estilo de mercado chinês.

Apesar do nome, vivem nessa área diferentes comunidades asiáticas, principalmente taiwaneses, além de chineses, coreanos, japoneses (que são nikkeis argentinos e peruanos) e tailandeses.

Atualmente a área do Barrio Chino se concentra em quatro quadras, mas a atividade comercial na região é tão intensa, que essas poucas ruas concentram a maior quantidade de restaurantes e supermercados asiáticos da cidade, além de alguns templos, lojas de bijuterias e outros comércios de produtos baratos.

País Argentina

Descubra a Cultura e a História local

A atual região do Barrio Chino era originalmente uma zona residencial de classe média. A única rua realmente comercial era a Juramento, e no final do século XX as ruas Arribeños e Mendoza começaram a se desenvolver como consequência da imigração taiwanesa que se instalou por ali.

Devido à grande quantidade de gente que pertence a outras comunidades orientais, algumas pessoas estão começando a chamar a região de "barrio oriental", para fazer jus aos cidadãos de outros países asiáticos que se instalam por ali.

Um bom exemplo é o restaurante japonês Dashi e o anexo Lotus Neo Tai, de cozinha tailandesa. Na rua Montañeses 2175 está o templo budista Chong Kuan.

Imagem para Cultura & História

Unfortunately there are no accommodations at this location at the moment.

Não há tours disponíveis neste local.